Agroindústria ganha apoio nas regiões da Serra da Mantiqueira e do Vale do Paraíba

Representantes de municípios da Serra da Mantiqueira, do Vale do Paraíba e do sul de Minas Gerais estiveram reunidos, no mês de maio, em Santo Antônio do Pinhal, com técnicos da Superintendência do Estado de São Paulo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para discutir a criação de um “consórcio intermunicipal”, com o objetivo de viabilizar na região o Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA). 

Com a adesão ao sistema, os municípios integrantes do consórcio poderiam inspecionar as agroindústrias locais. Estiveram representadas na reunião as cidades de Pindamonhangaba, Campos do Jordão, São Bento do Sapucaí, Monteiro Lobato, São José dos Campos (distrito de São Francisco Xavier), além de Sapucaí Mirim, Paraisópolis, Brasópolis e Gonçalves no Sul, localizadas em Minas Gerais, e da cidade anfitriã, Santo Antônio do Pinhal.

Além de produtores rurais, participaram profissionais da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), da Empresa de Assistência e Extensão Rural (Emater/MG), além de secretários municipais de Agricultura e Meio Ambiente e técnicos agrícolas.  A coordenação do encontro ficou a cargo da secretária municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Sueli  Nicolau, e do técnico agropecuário Luiz Gonzaga Cruz, da Prefeitura de Santo Antônio do Pinhal.

O consórcio poderá proporcionar aos produtores um serviço de inspeção sanitária, permitindo o processamento de produtos de origem animal e vegetal para comercialização. Para integrar o Sistema, os responsáveis pelos serviços de inspeção dos estados, municípios e consórcios devem requisitar a adesão ao MAPA por meio das superintendências estaduais.

Em outubro de 2016, a Câmara Municipal de Santo Antônio do Pinhal aprovou a criação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e os procedimentos sanitários para beneficiamento e comercialização de produtos de origem animal e vegetal, em estabelecimentos que produzem esses alimentos.

“A Prefeitura de Santo Antônio do Pinhal faz parte do Grupo Gestor do Plano Mais Leite, Mais Renda, comandado pela CATI Regional Pindamonhangaba, então tanto esse município quanto os outros terão o nosso apoio nas questões que envolvem a pecuária de leite e outras atividades rurais”, apontou Haley de Carvalho, diretor técnico da CATI Regional, convidado para participar do encontro.

O município paulista de Santo Antônio do Pinhal está localizado no alto da Serra da Mantiqueira,  na divisa do Estado de São Paulo com o sul de Minas Gerais. A economia do município provém do desenvolvimento do turismo e da agricultura, daí a importância dessa medida.

Mais informações: (19) 3743-3870 ou 3743-3859

jornalismo@cati.sp.gov.br